Permanência do tratamento oncológico em Sete Lagoas é segurança para mulheres com câncer de mama

No mês do Outubro Rosa, a sociedade é lembrada do tipo de câncer que mais acomete as mulheres no mundo e o segundo no Brasil: o câncer de mama. Responsável por 28% dos casos da doença, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), ele pode ser prevenido através de mudanças nos hábitos de vida: prática regular de atividades físicas, controle de peso, alimentação saudável, consumo moderado de bebidas alcóolicas e abstenção do tabagismo. A campanha do Outubro Rosa também destaca a realização do autoexame por todas as mulheres, para que a doença possa ser diagnosticada precocemente, e, assim, a chance de cura seja grande.

Para as mulheres de Sete Lagoas e cidades da região, a permanência do tratamento oncológico no município é a segurança de que um possível diagnóstico da doença não ficaria sem os cuidados médicos necessários. No final de 2015, a cidade se assustou com a possibilidade de ter seus serviços de tratamento oncológico descredenciados do SUS. Para que isso não acontecesse, o deputado estadual Douglas Melo interviu junto a diversas autoridades da área da saúde para solicitar formalmente a permanência do tratamento de câncer em Sete Lagoas.

O deputado chegou a se reunir com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em Brasília, acompanhado do deputado federal Eros Biondini. A história só se resolveu no final do mês de junho de 2016, quando Douglas se reuniu com o secretário de estado do governo de Minas, Odair Cunha. Em nome do governador e atendendo ao pedido do parlamentar e de vários prefeitos da região, ele confirmou o credenciamento da cidade para tratamento oncológico. Esse anúncio foi reforçado mais tarde pelo governo federal através do Secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo.

Reunião de prefeitos de Sete Lagoas e região, deputado Douglas Melo e secretário de governo Odair Cunha, onde ele confirmou credencia- mento da cidade. Foto por Marielly Andrade

 

Secretário de Atenção a Saúde (SAS) do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, deputado Federal Rodrigo Pacheco e deputado estadual Douglas Melo, em reunião em junho de 2016.

Douglas Melo também aderiu à campanha Outubro Rosa, divulgando cuidados de prevenção do câncer de mama em suas redes sociais. “Convido você a participar desse movimento também. Cuide da sua saúde. A melhor forma de lutar contra essa doença é se prevenir. Faça o autoexame por você e por todos que você ama”, foi o convite feito parlamentar.



Não vá embora ainda!
Assine nossa Newsletter
Acompanhe todas as notícias e participe de perto do nosso mandato parlamentar.
Participe